E irem ver se estou lá ao fundo, não?

A sério, tenho tanta vergonha deste país. Não apenas dos governantes actuais ou daqueles que deram cabo dele nos últimos anos, mas de todas as pessoas que falam sem saber e que têm discursos pré-formatados que só me fazem lembrar a célebre frase "e tu, minha puta, onde estavas no 25 de Abril?"... Continuem a apontar dedos e a descobrir fascistas escondidos debaixo de cada pedra que vamos longe. Vocês até podiam ir longe, mas era para longe de mim.

E já agora, não aproveitem a crise instalada para rampa de auto-promoção pessoal. Eu sei que há poucos empregos agora, mas não vale espetar facas nas costas, boa? Para alguns pode parecer uma novidade tendo em conta como chegaram até aqui, mas tenham dó que eu não estou a caminhar para nova e quero manter os cabelos que me restam.




Comments

Popular Posts