Coisas que odeio #14

Daqui.

Gente que considera a tolerância flexível e personalizável. Por exemplo. Na associação onde fiz trabalho de campo para o doutoramento e onde se lutava diariamente pela igualdade de direitos dos imigrantes no acesso aos cuidados de saúde, certo dia virei-me para a presidente da associação e disse-lhe, a propósito da discriminalização da homossexualidade em São Tomé e Príncipe:
- "Parabéns pela retirada da homossexualidade do código penal na sua terra. É motivo de orgulho e servirá de exemplo para outros países africanos!"
- "Que disparate! A homossexualidade não é normal! Jesus não aprovaria isso! Deviam era pô-los a todos numa ilha e deixá-los lá!"

Sem comentários. E isto é para não lhe chamar de grande vaca.


Comments

Post a Comment

Popular Posts