Coisas que odeio #21

(já tinham saudades, não era?)

Pinterest
Pessoas que "não desejam o mal a ninguém".

Uma coisa é dizer "eu não perco tempo a falar sobre essa pessoa de quem não gosto nem me dou com ela" (que é o que eu faço), outra é dizer coisas horríveis nas costas e depois, como é muito cristão, concluir com um "mas não lhe desejo mal nenhum". Faz todo o sentido para as cabecinhas de vento. Sim, porque falar mal não é a mesma coisa, é diferente. Muito diferente. Perder o tempo de cabeça ocupada com ninharias, mexericos e merdices é que tem valor; os maus são os outros, que as cabecinhas de vento julgam porque são moralmente superiores visto que não desejam o mal a ninguém. O que desejam, no fundo, é não enfrentar as pessoas, as consequências e querem alimentar boatos.
Olhem eu, que de cristã tenho muito pouco, digo-vos já que quem me prejudica gratuita e intencionalmente, é bom que me saia da frente. Se me perguntarem se gosto daquela pessoa, digo que não. Se me perguntarem se lhe desejo toda a sorte e fortuna, também digo que não. Não lhe desejo nada de bom porque ela não me trouxe nada de bom a mim. E nisso sou clara e directa, não me sirvo de mexericos e boatos para fazer valer o meu ponto de vista. E ainda acrescento que não vou estar à espera de uma suposta justiça divina para equilibrar as coisas, se achar que se justifica. É que as únicas aulas a que prestei atenção na catequese foram apenas as do Antigo Testamento.




Comments

Post a Comment

Popular Posts