Book review: Hipocondria, Nove Vidas Atormentadas.

Autor: Brian Dillon
Fevereiro 2011
Texto Editores
ISBN: 9789724742953

Este livro contém uma série de ensaios sobre as vidas atormentadas pela hipocondria de nove personalidades: de Charles Darwin passando por Marcel Proust, encontramos Charlotte Brontë e Andy Warhol, entre outros. Não é uma obra de leitura fácil, por vezes tornando-se massuda e pesada, especialmente se considerarmos os factos enumerados e as interpretações que o autor faz de cada caso. Quem procura neste livro de Brian Dillon um tratado médico, fica certamente desapontado. Para quem se interessa pelas interpretações sócio-culturais (não esquecendo algumas incursões na psicanálise) da doença, do corpo e das interações destes com o meio, então encontra aqui muito material com que se entreter. Gosto muito de biografias e através deste livro consegui conhecer o impacto que a hipocondria (nas suas diferentes acepções ao longo dos anos) teve na criatividade e obra destas personalidades.

Na minha opinião, merece 3 estrelas no Goodreads.


Comments

  1. Eu já fui um bocadinho hipocrondríaca (é possível?) e depois deixei de ser. Tudo porque deixei de procurar os sintomas na internet. Estava sempre com doenças terminais a cada sintoma estranho. E pronto deixei-me disso.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu tambem quando me lembro de fazer auto diagnósticos online descubro que é um milagre ainda estar viva, padecendo de tantas doenças trágicas...

      Delete
  2. Obrigada pela dica. Eu sou um pouco hipocondriaca mas em vez de enfiar-me no médico a queixar-me de possiveis mil e umas doenças, tenho medo de lá ir, não vá os meus sintomas ser fruto de uma doença gravissima!!!

    Bjokas.

    ReplyDelete
    Replies
    1. Eu também! Odeio médicos e hospitais! Centros de saúde idem aspas! Mas quando apanho um médico com paciência sou uma chaga! :p

      Delete

Post a Comment

Popular Posts