Muffins de salpicão e presunto.


♥ Lovely Sponsor

Quando temos irmãos mais novos (não sei o que é ter um irmão mais velho porque nasceram quatro depois de mim, mas sei o que é ser filha única durante 18 meses, embora não me lembre desse período com exactidão...) sentimos uma inexplicável dívida para com eles. Daquele tipo de dívida que é impossível de cobrar. Preocupamo-nos sempre, sentimos sempre que não lhes transmitimos os conhecimentos necessários que os orientarão na vida - como se eles estivessem minimamente interessados... Mas independentemente disso tudo, sabemos que se um autocarro vier na sua direcção, não hesitaremos em saltar para a sua frente. Há um instinto de protecção que é imperativo, irracional e injustificável.

Já aqui afirmei várias vezes que não tenho filhos, tenho gatos. E se tentar explicar que vivo bem sem filhos, mas com gatos e irmãos mais novos, corro o risco de ser mal interpretada. Não que me interessem por aí além as interpretações enviesadas de estranhos, mas gosto de ser clara nas minhas afirmações. Uns não se sobrepõem aos outros, mas para já a realidade com que lido é-me mais do que suficiente. Preenche-me e se isso não satisfizer terceiros, então não sei como contorná-lo. Mas sei que é mais do que o suficiente para mim.

A minhas irmãs mais novas vêm visitar-me e devoram o que lhes ponho à frente. Levam saquinhos para casa e quando visito o meu irmão levo sempre algo para o lanche. Troco receitas com a minha outra irmã que mora em Espanha (eu disse que éramos muitos...). E sorrio. Nestes dias não sei mais como fazê-los felizes. Seja com roupa emprestada, comida pronta ou passeios pela Baixa, o tempo passou por nós e temo não conseguir acompanhá-lo. No fim do dia, quero apenas que sejam felizes, e se eu estiver de alguma maneira envolvida nessa felicidade, se lhes conseguir roubar um sorriso e souber que contribuí nem que seja um pouco para tornar os seus dias mais brilhantes nem que seja com um muffin, lasanha ou fatia de bolo, para mim é mais do que o suficiente.

~ Ingredientes ~

receita adaptada do blogue Ideias Cá de Casa

 150g de farinha de trigo + 150g de farinha de trigo integral
300ml de leite magro
2 ovos L
1 colher de sobremesa de fermento
1 chávena de café de azeite
salsa picada

Bater os ovos com o leite e o azeite. Juntar a salsa picada e as farinhas. Por último envolver as carnes frias cortadas em pedaços pequenos na mistura e levar a forno pré-aquecido a 180º em formas de muffins untadas ou de silicone.
 

Comments

  1. Adoro muffins salgados, estes ficaram um mimo :) Também se fosse tua irmã devora de certo o que me ponhas à frente, é smp tudo tão bom :P

    Beijinhos,
    Joana

    ReplyDelete
  2. Percebo-te perfeitamente. Por acaso eu sou toda maternal e quero ter filhos cedo e tal, mas eu sou suuuuper mãe do meu irmão, quase a um nível patológico. Neste caso com a agravante de ele ter nascido quando eu tinha 10 anos - por isso quase podia ser efectivamente mãe dele.

    No caso dele acho que esses muffins não o iam fazer muito feliz, só se tivessem pepitas de chocolate ;) Mas tenho um certo senhor cá em casa que ia delirar com eles :D

    Beijinhos e tem um bom dia! :D

    ReplyDelete
  3. Que maravilha... gosto tanto de bolinhos salgados!
    Beijinhos

    ReplyDelete
  4. Eu sou filha única mas adorava ter uma família grande como a tua :))
    e gostei muito dos teus muffins!

    ReplyDelete
  5. Ficaram uns muffins bem gostosos.
    Bom fim de semana
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/06/3-edicao-do-projeto-escolha-do.html

    ReplyDelete
  6. Ficaram uns muffins bem fofinhos e gostosos !!

    Beijinhos e um bom fim de semana!!

    ReplyDelete
  7. Os muffins ficaram mesmo mimosos :)

    Beijos

    ReplyDelete
  8. Gostei de ler o teu texto! :) Também penso assim, há tanto amor para dar, de tantas formas e sentimentos. E a felicidade é o que importa, cada um à sua maneira.
    Que me dera ter assim uma família enorme!!
    Belos muffins salgados, adoro e já começo a pensar em piqueniques!
    Um beijinho.

    ReplyDelete
  9. O que importa é que haja muito amor para dar e alguém para receber, sejam irmãos, vizinhos, pais, cães, gatos...
    A madrinha da minha filha não tem filhos, também vive bem sem eles (ao contrário de mim) mas é um poço de amor sem fim que partilha por quem a rodeia.
    Adorei os teus muffins, nunca os fiz salgados, terei que experimentar, sei que vou gostar imenso.
    bjns
    Isabel

    ReplyDelete
  10. As opções de vida pertencem apenas aos seus autores. O importante é que haja alegria nas nossas vidas e ela surge de tantas formas; muitas vezes quando decidimos fazer os outros felizes com os nossos gestos.
    Gosto muito de muffins salgados.
    bjs
    Patrícia

    ReplyDelete
  11. Sou a mais velha e percebo exactamente o que queres dizer. De qualquer forma, se quiseres adoptar mais alguém, estou disponível para ser irmã-mais-nova-cobaia-dos-teus-cozinhados. ;) **

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts