Bolachas de maizena e pepitas de chocolate.


♥ Lovely Sponsor


Não, este post não é patrocinado pela Maizena. Não me importava se fosse, mas, descansem que não é. Há uns tempos atrás estava no supermercado e vi uma promoção: na compra de duas embalagens de farinha Maizena ofereciam esta lata toda retro. Eu não resisti, adoro este tipo de iniciativas comerciais. Foi assim que, na semana passada, trouxe 4 pacotes de leite de soja de uma marca que ainda não tinha experimentado porque colados aos mesmos seguia um tupperware e um conjunto de talheres de plástico que tanto jeito me têm dado no trabalho.

Mas voltando à farinha Maizena, a minha relação com a mesma é semelhante à que tenho com a Coca-Cola: o melhor é não haver em casa, senão não descanso enquanto não desaparecer. Um verdadeiro vício. No caso da primeira, esta adição é também emocional porque a minha Avó fazia-me papa Maizena com frequência. Eu preferia-a sem ovo ou casca de limão; gostava dela com grumos e bastante açúcar. Quando a minha Avó morreu, a mãe da minha madrasta substituiu-a como minha providenciadora de papa Maizena, mas nunca mais foi a mesma coisa. Como actualmente sei o quanto esta papa engorda, consigo controlar-me, mas com alguma dificuldade.

Outro sabor da minha infância que nunca mais me soube ao mesmo foi a bebida Brasa. Não sei se bebem ainda ou se se recordam, mas esta é uma mistura sem cafeína de chicória e cevada que a minha Avó me preparava todas as manhãs com água quente porque sempre detestei leite. A Brasa também nunca mais me soube à mesma coisa. Se calhar até calhava bem com estas bolachinhas que roubei à Ana Rita do Bem Bons. A Ana agora é a minha providenciadora de boas receitas! Mas como estas bolachinhas ficam moles depois de cozidas, assemelhando-se mais a um bolo raso, decidi adorná-las com açúcar em pó e uma fotografia desta latinha vintage. Quem sabe um dia passarei esta lata às minhas filhas ou netas, tal como a minha avó me deixou algumas onde guardava recordações, cartas recebidas, fotografias e flores secas... Mais do que as jóias ou qualquer outro tipo de bens, são estas as heranças que mais estimo: os sabores, as recordações, as histórias contadas ao adormecer e as latinhas com os seus segredos.

~ Ingredientes ~

receita adaptada do blogue Bem Bons

200g de margarina
80g de açúcar refinado
100g de açúcar mascavado
2 ovos L
1 colher de chá de aroma de baunilha
160g de farinha
100g de farinha Maizena
1 colher de café de fermento químico Vahiné 
1 pitada de flor de sal Necton

Pré-aquecer o forno a 200º. Bater a margarina com os açúcares até obter uma mistura cremosa. Juntar os ovos e continuar a bater. Seguidamente juntar o aroma de baunilha, a flor de sal, as farinhas e o fermento. Quando a massa estiver homogénea, juntar as pepitas de chocolate e envolver. Com uma colher de sobremesa dispôr num tabuleiro untado bocados de massa e levar ao forno cerca de 15m. Retirar e deixar esfriar.

 


Comments

  1. Que vontade de comer uma, ficaram muito bonitas.

    Beijinhos

    ReplyDelete
  2. Que bolachinhas bonitas e apetitosas!

    Beijos

    http://dicasedoces.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  3. Também comprei a promoção da maizena, aqui há uns tempos, só por causa da lata :) Agora tenho aqui carradas de farinha para usar!

    Umas bolachinhas não é má ideia :)

    E concordo contigo: as nossas recordações de infância e as preciosidades da história da família valem mais do que qualquer fortuna.

    **

    ReplyDelete
  4. Ficaram uma maravilha super apetitosas!
    Gostei da lata muito giro :)

    Beijinhos e tenha um lindo dia
    Carla Sofia
    http://amadeirensecarlasofia.blogspot.pt

    ReplyDelete
  5. Devem ser tão boas :)
    Kiss, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/07/4-edicao-do-projeto-escolha-do.html

    ReplyDelete
  6. Que bolachinhas tão boas! Não haja dúvida que os sabores da infância ficam para sempre :)

    Beijinhos*

    ReplyDelete
  7. Conheço bem essas memórias de infância!!!A maizena a farinha 31 fizeram também as minhas delicias em pequena com os meus primos em casa da minha avó!
    Obrigada pelos elogios sobre as minhas receitas...podes usar e abusar delas com todo o gosto ..Adoro ver que alguém as experimenta e partilha o quanto gostaram....
    Ahhhhh e eu também bebia o leite frio com Mokambo e Brasa...Coincidências engraçadas!!!
    Bjoka
    Rita

    ReplyDelete
  8. Olá...
    Perfeito :)....
    Beijocas
    Leonor

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  9. lindas!!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ReplyDelete
  10. Umas bolachinhas bem apetitosas e lindas
    Bjns
    Isabel

    ReplyDelete
  11. Oooonnn...também quero uma latinha dessas!! Sou tuga até mais não, e também gosto quando oferecem brindes;P
    Eu nunca comi maizena, era mais miluvit, nestum ou cerelac. Aqui há tempos tive uma epifânia (como eu chamo aos desejos) por miluvit de chocolate e...eca, que deceção! Ia jurar que só me sabia ao cartão da embalagem:/ Já a Brasa continuo a gostar dela, embora até costume aora comprar a da marca pingo doce e gosto muito na mesma, mas eu bebo com leite! E ainda canto o jingle quando bebo!! "Brasa é a bebida que aquece o coração!" :)

    P.S - Vai lá espreitar o blog, vai!! muahaha

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts