Biscoitos com pedaços de chocolate.


Apesar de estar a compôr esta publicação no início da semana, antecipo e sei que dificilmente errarei, que hoje, dia 14 de Fevereiro, a blogosfera estará empestada de corações e juras de amor eterno. Não vou sequer reduzir as minhas previsões aos blogues de culinária, acredito mesmo que dificilmente algum se escapará a pelo menos mencionar o Dia de São Valentim. 

Poderia contar duas histórias para assinalar a data. Até poderia contar umas três ou quatro tangencialmente relacionadas com o tema. Assim de repente lembro-me de quando o meu marido não acreditou que um dos seus colegas de faculdade ia ser pai e baptizar o rebento com o nome do santo padroeiro deste dia. Partiu-se a rir na cara do amigo e até acrescentou um "Loureiro" ao futuro "Valentim", até ter percebido que o outro não estava a brincar.

Também poderia contar como num ano eu e o P. decidimos antecipar o Dia dos Namorados, jantando fora e celebrando de véspera para fugir aos menus inflacionados deste dia. Ou da primeira vez que passámos esta data juntos e ele me apareceu em casa de jeans e blazer com uma rosa na mão (foi a única flor que alguma vez me deu e o máximo que se aproximou desse presente foi quando, há poucos anos atrás, carregou com os vasos e sacos de adubo escada acima enquanto me rogava pragas). Lembro-me que nessa mesma noite há uma década atrás, ele, distraído, colocou o guardanapo de pano em cima das velas que eu tinha disposto em cima da mesa, pegando-lhe fogo. Lembro-me também que quando estava a lavar a loiça e me propus a ajudá-lo na tarefa de secá-la, reparei que o pano estava poisado no balcão da cozinha e que ele secava os pratos com a toalha de mesa. Enfim, não se pode dizer que tenhamos propriamente uma relação monótona. Entre pequenos incêndios e falta de agilidade mental, há um pouco de tudo.

Isto tudo para dizer que sem aquela pessoa especial com quem há 10 anos passo o Dia de São Valentim, a minha vida seria muito menos divertida, rica e preenchida. Como a economia não está para prendas (de mim para ele, não é dele para mim!), deixo-lhe aqui uns biscoitos com pedaços de chocolate que sei que o P. adorou.

E pronto, mais romântica do que isto não consigo ser. 


~ Ingredientes ~

receita adaptada do livro Popina - Iguarias Saudáveis, p. 14

60g de Becel à temperatura ambiente
82g de açúcar amarelo
1 ovo biológico M
105g de farinha 
1/2 colher de chá de fermento químico
60g de chocolate de culinária partido em bocadinhos

Bater a Becel com o açúcar até obter uma mistura cremosa. Adicionar o ovo e continuar a bater. Misturar a farinha e o fermento à parte e adicionar aos poucos à mistura anterior, batendo devagar mas continuamente. Misturar os pedaços de chocolate. Enrolar a massa em película aderente e levar ao frigorífico 2h (a receita sugere enrolar a massa num cilindro e deixá-la no frigorífico com a película 1h, mas como a minha massa ficou muito líquida - possivelmente porque usei Becel - deixei-a mais tempo no frio, sendo que mesmo assim a massa não endureceu muito, embora isso não tenha prejudicado o sabor dos biscoitos). Pré-aquecer o forno a 170º. Num tabuleiro forrado com papel vegetal colocar pedaços de massa espaçados uns dos outros e levar ao forno. Os biscoitos sairão ainda um pouco moles, mas quando arrefecerem, ficam estaladiços.

tempo de preparação: 60m
dificuldade: *
vegetariana: sim
para crianças:  sim 
ingrediente principal: chocolate

♥ Lovely Sponsor ♥  


Comments

  1. Adoro umas boas bolachinhas de chocolate.
    Bjs, Susana
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/
    https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

    ReplyDelete
  2. Cá para mim está perfeito: um miminho doce com chocolate é a melhor prenda! Ficaram lindas e são bem saudáveis... Gosto!
    Beijinhos e feliz dia do Sr. Loureiro! :P

    ReplyDelete
  3. Olha Maria, vai ao meu blogue e vais ver que não encontras nada, nada que fale do dia 14, de S. Valentim, ou dos namorados, eheheeh!!
    Pois bem se vê que não tens uma relação nada monótona e ainda bem, pois assim comemoras o dia dos namorados sempre de forma diferente, divertida e com mais ou menos sustos. Adorei a sugestão de ir jantar fora antes ou depois da data por causa dos preços!!
    Beijinhos grandes e bom fim de semana,
    Lia.

    ReplyDelete
  4. Gostei do detalhe de não haver prenda de ti para ele, mas que o contrário não se aplica, muito bom ;)
    Mas os biscoitos já são um miminho bem simpático :)
    Beijos e feliz são valentim!

    ReplyDelete
  5. Olá :)....
    Que aspecto magnifico e deliciosos :)....Adorei :D...
    Beijocas
    Leonor

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  6. De monotonia não te podes queixar! E todas estas histórias também são momentos de amor, porque este deve ser celebrado todos os dias e não apenas no dia do valentim, o santo. ;) By the way, eu até gosto do nome Valentim... eheh.
    Os biscoitos estão lindos. ;)
    Beijinho.

    ReplyDelete
  7. Lindos biscoitos...perfeito para o Dia de S Valentim e para todos os outros dias...
    Adorei o teu texto! :)
    Beijinhos

    Sílvia
    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt/

    ReplyDelete
  8. eheheh adoro a história :) Nestes 10 anos que namoro também só ganhei flores uma vez, num aniversário, mas ainda cheguei a receber um poema no dia dos namorados. Claro que nessa altura ainda estávamos em fase de romance, depois disso todo e qualquer acto romântico nesta data foi totalmente suprimido. Mas pronto, ele leva-me a loiça o que já me deixa feliz :P

    Essas bolachinhas foram a prenda perfeita :)

    beijinho*

    ReplyDelete
  9. espero que tenham todos tido um excelente dia do sr. loureiro, como disse a maria joão! ;) as bolachinhas são apetitosas, gostei tanto eu como ele... digamos que de prenda acabaram por não ter muito... e eu recebi uns ténis novos!!! wohooooo!!! :)))

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts