Meatless Monday ~ Papas de aveia e quinoa para espantar as inquietações.


Quando estava a preparar o meu pequeno almoço, composto por estas nutritivas papas de aveia e quinoa, dei pelo meu cérebro a estalar em sinapses. A informação eléctrica corria pelos dois hemisférios a uma velocidade estonteante, como aliás acontece sempre que dou por mim a tentar encontrar a solução para algo que me perturba. A imagem mais aproximada do cenário entre as minhas orelhas é a de um ratinho branco de laboratório preso num labirinto, histérico para encontrar a saída. Essa sou eu à procura de respostas para as minhas inquietações. Infelizmente, muitas vezes ao dia.

Algumas vezes encontro soluções imediatas, noutras levo um pouco mais de tempo. Às vezes preciso de deixar a poeira assentar e as nuvens dissiparem na minha cabeça. Já cheguei à conclusão que longos passeios a pé muitas vezes encerram em si não um, mas vários cenários de resposta possíveis. Mas não neste domingo em que preparava o pequeno almoço sozinha. Neste domingo a resposta veio sob a forma de papas de aveia e quinoa.

Inquietam-me as minhas inseguranças, mas as dos restantes inquietam-me ainda mais. Li algures que o que menos gostamos nos outros é precisamente dos nossos defeitos quando os vemos neles reflectidos. Inquieta-me a falta de originalidade, a falta de esforço, a matéria comparativa. Inquieta-me a falta de auto-estima, a lei do menor esforço, a falta de coerência. Inquieta-me lutar contra os meus vícios diariamente e ter de lidar com os dos outros que parecem nada fazer para os combater, como se estivesse tudo bem e ser estúpido fosse moda. Ou se calhar custa-lhes mais, coitados. Inquieta-me não ter chegado ainda a um patamar em que nada disso me inquiete. Inquietam-me muito os projectos de amizade falhados, as relações familiares destruídas e a minha incapacidade para aceitar os erros dos outros. Inquieta-me muito não conseguir aceitar os meus também. 

Enquanto mexia com a vareta de arames as papas e as via lentamente cozer, tentava encontrar a solução para estas questões. Tentava perceber porque me inquieto tanto e cada vez me inquietava mais. Porque é que acho que todos os pequenos almoços têm de ser perfeitos e eu tenho de me martirizar por causa disso?... E como seria de esperar, distraída que estava nas minhas divagações, o fundo do tacho queimou um pouco. E aí tive a resposta às minhas inquietações.


~ Ingredientes ~

250ml de leite de soja
2 colheres de sopa de aveia integral pré-cozida
1 colher de sopa de farelo de aveia
2 colheres de sopa de quinoa em flocos
1 colher de sopa de sementes de chia
1 colher de chá de sementes de linhaça
canela Suldouro

Num tacho pequeno e em lume brando, adicionar os ingredientes pela ordem acima. Deixar cozer cerca de 15m, mexendo ocasionalmente. Polvilhar com canela em pó.


tempo de preparação: 20m
dificuldade: *
vegetariana: sim
para crianças:  sim 
ingredientes principais: aveia e quinoa

♥ Lovely Sponsor ♥ 





Comments

  1. Isso tudo enquanto mexes as papas de aveia... fantástico. Eu acho fantástico que te inquietes, é sinal de inconformismo e, a mim, inquietam-me pessoas conformadas! ;)
    Beijinhos e boa semana!

    ReplyDelete
    Replies
    1. eu também acho que se não fosse assim perderia 99% do meu encanto natural e irritante! :p

      Delete
  2. Olá Maria,
    É verdade, hoje em dia o ser estúpido está na moda, que tristes são essas pessoas...
    Adoro as tuas papas, um dos meus pequenos-almoços preferidos.
    Bjs, Susana
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/
    https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

    ReplyDelete
    Replies
    1. algumas sim, primam pela idiotice...
      bjs

      Delete
  3. Sabes, às vezes perco-me em pensamentos, e inquietações.
    Começo a pensar e nunca mais páro! Felizmente a cozinhar, esqueço-me de muita coisa :)
    E adoro papas de aveia e flocos de quinoa.
    Um beijinho.

    ReplyDelete
    Replies
    1. cozinhar também me ajuda a abstrair. como estou concentrada em terminar a receita (ou as várias que vou fazendo ao mesmo tempo... não tenho emenda lol!), consigo alhear-me de alguns problemas, o que é uma óptima terapia! :)

      Delete

Post a Comment

Popular Posts