Leite de soja caseiro.


Às vezes, admito-o, sou atraída pelo monstro verde. Sabem a quem me refiro, não sabem? Não, não estou a falar do Bruno de Carvalho... Falo da inveja. Aquele sentimento tão pouco cristão de cobiçar o que é dos outros. A tentação de olhar por cima da vedação, espreitar para o quintal do vizinho e lamentar não ter uma galinha tão gorda e que dê tantos ovos.


Acho que, caso vá parar ao inferno, provavelmente será por causa deste pecado que por vezes me corrompe. O de não ser capaz de valorizar o que de bom tenho na vida e de me deixar seduzir pelo que os outros - aparentemente - têm de melhor do que eu. Como se eles não fizessem o mesmo e eu não tivesse tanta coisa boa pelo que agradecer...

Se tivesse a vida dos outros, acordaria pouco depois do sol raiar. Tomaria banho a correr, vestiria a minha "roupa de trabalho" (provavelmente comprada na Massimo Dutti ou na Lanidor), tomaria o pequeno almoço a correr, entraria no metro a correr, correria para apanhar o elevador, sentar-me-ia durante 9 horas na mesma secretária (parando uma hora para almoçar ou para tratar de algum afazer urgente), voltaria para casa a correr, não teria tempo para correr na passadeira do ginásio, faria o jantar a correr, sentar-me-ia por momentos no sofá, onde adormeceria sem dar conta, para acordar sobressaltada, arrastar-me para a cama e demorar mais 3 horas para adormecer. 


Mas a minha vida não é essa. Na minha vida o tempo também passa a correr, mas escorre-me por entre os dedos sem me dar conta que não me pertence. Nos intervalos tento parar para pensar que significado lhe dar, se é que a vida como ela realmente é se presta a essas metafísicas. Tenho tempo para conhecer outras facetas de mim que, de outro modo, não saberia que existiriam. Como a capacidade para mim até agora desconhecida de aprender a fazer vários tipos de leites vegetais apenas porque não suporto leite de vaca. Ou a paciência que aparentemente tenho para, antes do pequeno almoço, me entreter a descascar um milhão de feijões de soja.


~ Ingredientes ~

receita retirada de Minimal Eats

1/2 cup de feijão de soja
4 cups de água


Lavar o feijão de soja e colocá-lo numa tigela grande com água (atenção que o feijão triplica de tamanho...). Deixar de molho durante a noite. De manhã lavar o feijão novamente em água corrente e retirar as cascas. Colocá-lo na liquidificadora com 3 cups de água e pressionar as vezes necessárias até conseguir uma mistura cremosa (demorei cerca de 15m com paragens). Despejar este líquido por um coador forrado com gaze, espremendo bem para retirar o máximo de leite possível. Numa panela juntar mais um cup de água e adicionar o leite. Levantar fervura, baixar o lume e cozinhar mais 20m. Retirar a "nata" que se formar, desligar o lume e deixar arrefecer. Colocar num frasco bem fechado e guardar no frigorífico até 5 dias.

tempo de preparação: 60m (mais as 12h em que o feijão ficou de molho)
dificuldade: *
vegetariana: sim
para crianças: sim 
ingrediente principal: feijão de soja

 

Comments

  1. Todos nós temos esse defeito Maria e é engraçado que ainda esta manhã dei por mim deprimida sem grandes motivos aparentes e dei comigo a pensar "ai que estupidez. Tu devias era parar de pensar coisas parvas e agradecer tudo o de bom que tens mulher...". É mesmo isso e tenho de ter mais vezes esse tipo de pensamento e ser mais agradecida.
    Nunca fiz leite de soja e sinceramente, não gosto, nem bebo leite nenhum, só uso em culinária.
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ReplyDelete
    Replies
    1. percebo perfeitamente o que dizes: é mt mais fácil cairmos em autocomiseração do que fazermos um esforço para sermos positivas e agradecer. mas acho que com pequenos incentivos lá chegaremos :)

      Delete
  2. Nós somos seres que nunca nos contentamos com aquilo que temos/somos... mas tenho aprendido aos poucos a dar mais valor a isso e ficar feliz com o que tenho e o que sou :)

    Tenho ali soja em grão e nunca usei, vou experimentar...
    O sabor é agradável? Que quantidade dá?

    Beijinhos, Sónia

    ReplyDelete
  3. Eu achei o sabor mais intenso do que o leite de soja de compra, mas isso provavelmente tb variará consoante a marca... Vou experimentar outras receitas de leite de soja para ver qual me agrada mais e dp publico. Acho que dá para cerca de meio litro. Bjs

    ReplyDelete
  4. Acho que esse monstro ataca toda a gente em algum momento, como lidamos com ele é o que realmente importa :)
    Eu não gosto de leite de soja de compra, e quando fiz um caseiro, estava com esperança que o sabor fosse melhor. Até dividi em jarras e aromatizei de maneiras diferentes, mas não, foi tudo para o lixo, não suporto o sabor e o cheiro, está quase como tu com as lulas, suponho?!?
    Beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. como as lulas ou como o leite de vaca! :p é como disse anteriormente, ttb achei o sabor intenso. é como o leite de arroz que já publiquei aqui: óptimo para cozinhar, para beber prefiro o de aveia. mas a minha aventura nos leites vegetais continua, não desistirei! :p

      Delete
  5. Tantas vezes... é horrivel de admitir mas toda a gente é atacada por esse monstro. Eu tenho os olhos verdes salta logo à vista. O que importa é como lidamos com ele e combatemos o que nos dá ânsias.
    Bem eu compro leite de soja, acho que não tenho paciência suficiente para andar a descascar grãos de soja - dar-me-iam as ânsias e mandava-os logo pra longe ;)

    ReplyDelete
    Replies
    1. também me fartei de refilar, mas lá cheguei ao final. era grão de soja que nunca mais acabava, irra...

      Delete
  6. Acho que isso é um mal geral, há sempre alguma coisa na nossa vida que queremos mudar/ter e há sempre alguém perto de nós que consegue isso mesmo. Tento ver a inveja pelo lado positivo: uma maneira de nos dar força para alcançar aquilo que desejamos! ;)

    Como já te disse não tenho paciência para descascar os feijões, gabo a tua, mesmo! E eu detestei o leite de soja assim, mas pra fazer tofu é do melhor, isso é que tens de experimentar ;)

    beijinho*

    ReplyDelete
    Replies
    1. para cozinhar este leite está óptimo para mim, bebê-lo é que não gostei. achei o cheiro e o sabor intensos. dá-me essa receita de tofu, please! :)

      Delete
  7. Amei a reflexao! omgggg ja escrevi a receita! de arroz, aveia e frutos secos ja fiz, agora de soja nao. vou fazer!

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts