Meatless Monday ~ Go Team Mushroom!!




Tenho alguma aversão a ginásios, o que por vezes me impede de fazer exercício tantas vezes como deveria gostaria. Acho-os uma espécie de não lugares, como defendia Augé: espaços de transicção, portanto. As pessoas passam por lá com um determinado objectivo, mas não se demoram, não criam laços. Mais ou menos como os aeroportos, mas sem a antecipação da turbulência. 

Por isso, quando não me dá a preguiça, faço exercício em casa, dou longas caminhadas ou ando de bicicleta. Seria totalmente impossível para mim pedalar quase 2h de seguida, como fiz no fim de semana passado, numa bicicleta estática de ginásio. Depois de 10m já me estou a queixar e a espreitar para o lado a ver se tenho espaço noutra máquina para continuar o meu treino. Às vezes pedalo tão motivada que ao mesmo tempo até aproveito para pesquisar receitas online ou para ver o último episódio de CSI Nova Iorque. Ao contrário deste cenário, prefiro pegar na bicicleta, descer em direcção à Baixa, virar à direita para o Cais do Sodré, pedalar na ciclovia à beira rio enquanto me cruzo com famílias, cães, pseudo-maratonistas, cinquentonas que vestem a sua melhor malha para se sentar à sombra na esplanada enquanto bebem o seu café e, na loucura, pedir um pastel de nata apesar da proximidade da época balnear. Ao domingo a beira rio é movimentada. Está cheia de vida e não de barras de proteínas. Cruzo-me com pessoas a aproveitar os dias de sol e não com os desesperados do costume tentando na primavera recuperar o tempo perdido de quem nos outros meses se esqueceu que pagava as quotas do ginásio.

E aproveito para passar um bom bocado com o meu marido, que me acompanha nestes passeios e me diz que ando de bicicleta como um homem. "O que raio quer dizer isso, ahn?" "Quer dizer que não estás sempre a parar e a pedir para irmos mais devagar." Amanhã faz ele o jantar...

Preparámo-nos como deve ser para este exercício: fomos à garagem buscar as bicicletas que lá estavam paradas há pelo menos dois anos, bicicletas essas que encontrámos por uma pechincha no OLX (duas por 50€!) e que necessitaram de uma revisão já que a dele nem sequer travava e a minha só funcionava numa mudança. O que poupámos aqui, fomos gastar ao Decathlon. Como dois totós, comprámos tudo igual e de marca branca: luvas pretas com os "dedos cortados" (porque eu já estava a fazer bolhas nas mãos), cadeados com chave, e o melhor de tudo, capacetes. Ele experimentou quase todos os que estavam em exposição e eu ri-me de todas as vezes como se me estivessem a fazer cócegas nos pés. Acabou por trazer um capacete igual ao meu, redondo, que o faz parecer um cogumelo gigante em cima de duas rodas. Por isso, quando partimos os dois a pedalar por essa Lisboa fora e em 2 horas gastamos as más energias, seguimos todos felizes enquanto gritamos um para o outro: 

"Go Team Mushroom!!"

E obrigada à Ana que me trouxe estes e outros exóticos cogumelos de um dos supermercados do Martim Moniz depois de lhe ter contado que tinha sonhado que lá ia abastecer-me. Estava mesmo para escrever uma publicação dissertando sobre como a acho uma pessoa extremamente divertida e bem disposta, com quem me identifico e que é sempre uma boa surpresa encontrá-la pela Mercearia nos mesmos dias em que lá vou... mas vou abster-me de fazê-lo porque de certeza que ia aproveitar para gozar comigo.




~ Ingredientes ~

receita adaptada de Hardly Housewives
150g brown beech mushrooms
1 fio de azeite
2 dentes de alho picados
1 colher de sopa de molho de soja
1 colher de sopa de saké
noodles
1 colher de chá de sementes de sésamo

Lavar bem os cogumelos em água corrente. Refogar os alhos numa frigideira pequena e adicionar os cogumelos. Deixá-los cozinhar cerca de 7m, enquanto largam bastante líquido. Adicionar o molho de soja e reduzir o lume. Cozinhar até que o líquido reduza praticamente todo. Aumentar o lume, adicionar o saké e deixar que este seja totalmente absorvido/se evapore. Servir com os noodle e polvilhado com sementes de sésamo.


tempo de preparação: 30m
dificuldade: *
vegetariana: sim
para crianças: sim
ingrediente principal: brown beech mushrooms

 

Comments

  1. Delicioso, este pratinho! :-) e viva o desporto ao ar livre!

    ReplyDelete
  2. Go team mushroom!
    Sou como tu - ginásios e eu, jesus! Vou correr mas é, que é de borla e pouco sufucante!

    ReplyDelete
  3. Não há como vir ler os teus textos para arrancar uma gargalhada! Adorei o Team Mushroom! :D
    Esse prato está com um aspeto tão bom... que cogumelos bonitos, Maria!
    Beijinhos e boa semana!

    ReplyDelete
  4. Simples e delicia de certeza. Nhami cogumelos<3

    Beijinhos

    ReplyDelete
  5. Ahahhaha estou te a imaginar em modo Cogumelo.....
    Contudo esta massinha é cá das minhas....
    Bjoka
    Rita

    ReplyDelete
  6. Ahahahah :) Mesmo que não consiga passar por aqui todos os dias, na minha agenda não pode falhar uma visitinha de vez em quando...prescrição médica para gargalhadas ;) hehehehe
    Que pratinho fantástico Maria, está mesmo a meu gosto...adoro cogumelos ;)
    Beijinhos *

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts