10 anos (8+2).

É engraçado como o tempo passa sem darmos conta. Tique-taque, tique-taque, os segundos somam-se, transformam-se em minutos que desaguam em dias. São estes os nossos números: há exactamente 10 anos atrás, eu conhecia aquele que, há 2 anos, se tornou oficialmente meu marido. Num encontro planeado por dois amigos comuns (que já não o são porque na altura também não o eram...), acabámos por nos conhecer e nunca mais nos largámos. Passámos por desgostos os dois, crescemos juntos, vivemos em países diferentes quase durante um ano com apenas 4 visitas pelo meio. 8 anos depois desse encontro chegámos à conclusão que a palavra "namorado" já não nos definia e decidimos casar numa cerimónia que apenas oficializou junto dos que nos são próximos aquilo que sentimos no momento em que nos conhecemos e que foi amadurecendo nesta década que passou. Ele continua a ser, para mim, o mais bonito, o mais divertido, a única pessoa que gosta de mim incondicionalmente. E eu ainda hoje me belisco ao pensar na sorte que tenho.


Comments

  1. E ele também se deve beliscar bastante, e várias vezes por dia, para ter a certeza que te ter na vida dele é mesmo real ;)
    Parabéns, que venham mais 10.

    ReplyDelete
  2. Parabéns! you are my lobster :)) uma das minhas frases preferidas da série friends

    ReplyDelete
  3. Que bonito, Maria! :) Muitos Parabéns!

    ReplyDelete
  4. Muitos Parabéns Maria, que venham mais 10 assim felizes :)
    Beijinhos *
    P.S: Não te esqueças que já foi lançado o tema do 3º Desafio "Há vida para além da massa de atum" e fico à espera da tua deliciosa participação ;)
    http://www.coisasecoisinhasdecomerechorarpormais.blogspot.pt/2014/06/ha-vida-para-alem-da-massa-de-atum.html

    ReplyDelete
  5. Que lindo!!
    E que sejam sempre assim, felizes e que se belisquem muito hehe.
    You are my lobster, perfeito.
    Um beijinho.

    ReplyDelete
  6. Gostei muito do título do post. Que a vida vos sorria sempre. Também tenho muita sorte e somos completamente diferentes em termos de gostos. No meu caso foi mais um caso de stalking. Ele perseguia-me para todo o lado. Comecei por detestá-lo, mas depois cedi aos seus encantos. Para ele, eu fui amor à primeira vista. Para mim,ele foi amor à trigésima vista. E fazemos no mês que vem 15 anos de casados, as nossas bodas de cristal, portanto.
    beijinhos
    Patrícia

    ReplyDelete
  7. muito obrigada por todos os vossos simpáticos comentários! :))

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts