Côco + côco + côco = muffins.



Estive mesmo para chamar a esta publicação "Paleo ou Paleio?", mas depois optei por não o fazer. Depois vinham a correr os haters e não queremos cá disso. Para má companhia basta-me a vizinha da frente com a música brasileira aos berros...

É impossível passear pela internet nos dias de hoje, pesquisar por comida saudável e não encontrar referências a esta nova "dieta", se é que se lhe pode chamar tal coisa. Os pressupostos são razoáveis em alguns aspectos e baseiam-se em estudos científicos (os hidratos de carbono com alto IG são os responsáveis pelos problemas de saúde e não a gordura, excepto a trans; os alimentos industrializados devem ser evitados a qualquer custo, bem como os açúcares; etc, etc...), todavia outros não me convencem. Não conseguiria retirar leguminosas da minha dieta nem comer as quantidades de carne a que o paleo obriga (os vegetarianos aqui podem dizer qualquer coisinha sobre a necessidade de inserir proteína animal na alimentação, que eu deixo... os ecologistas também podem falar dos pastos todos necessários para alimentar um planeta com carne de vaquinhas felizes e livres).

Percebo que queiram eliminar da ementa moderna alimentos que não existiam no Paleolítico (Qual deles, já agora? O inferior, o médio ou o superior? É que estamos a falar de milhares de anos aqui...) e sou da opinião que há por aí muito ingrediente impronunciável no que muitas vezes ingerimos e que não faz falta a ninguém. Porém, o homem do Paleolítico tinha necessidades energéticas condizentes com o seu estilo de vida e capacidades cognitivas, e tendo em conta que não preciso de caçar o meu almoço e não vivo numa caverna rodeada de barbudos, porque devo seguir uma "dieta" que se adequa melhor a quem o fazia? Um dia em que saia de casa para caçar um urso posso perfeitamente comer ao pequeno almoço bacon com ovo estrelado fritos em ghee; até isso acontecer, fico-me pelas minhas panquecas e granolas.

São estas as minhas questões, mas nem sequer procuro responder-lhes. Hão-de haver novas modas, novas teorias e muitos estudos científicos que atestem a veracidade dos factos. Não afirmo sequer que não haja pontos positivos no paleo, mas também gosto de reflectir sobre os negativos. Não há alimentação perfeita e como diz o médico da Ana, "todos temos de morrer de qualquer coisa".

Nevertheless, gostei imenso destes muffins que poderiam entrar nos parâmetros paleo, ou não tivessem queijo. Mais uma razão para não conseguir aderir a esta moda...


~ Ingredientes ~

3 ovos biológicos M
110ml leite de côco light
50g queijo da ilha
90ml de água de coco
1 colher de chá de fermento
40g de farinha de côco
3 talos de cebolinha 
1 colher de chá de mostarda de Dijon
sementes de Nigella qb

Numa liquidificadora misturar os ingredientes líquidos. Juntar os sólidos e bater mais um pouco até conseguir uma massa homogénea. Levar a forno pré-aquecido a 170º até que os muffins estejam assados, o que durará cerca de 45m.

tempo de preparação: 50m
dificuldade: *
vegetariana: sim
para crianças: sim 
ingredientes principais: côco

Comments

  1. Deu água na boca. Adoro Côco.

    ReplyDelete
  2. Eu acho essa dieta completamente ridícula. estamos a falar de uma era em que os homens tinham de correr que nem uns desalmados para conseguirem caçar alguma coisa, e quando não estavam a correr para caçar, estavam a correr como se não houvesse amanhã a fugir de animais selvagens, ferozes e famintos. precisavam de muita proteína para sobreviver. Mas enfim, é moda e há sempre um palerma para seguir as novidades. É o mal do ser humano. E ai de quem diga mal da dieta!! os seguidores de paleo quando falam disso até parece que fazem parte de uma seita qualquer. Mas estes muffins devem ser óptimos :)

    http://coeurdartichautbyannabelle.blogspot.pt

    ReplyDelete
    Replies
    1. sim, os defensores da dieta ficam assim um bocado para o alterados quando a defendem... e atacam bastante os outros também. não percebo... se calhar é algum "side effect"! :p

      Delete
  3. E há que acrescentar que se não escolherem carne biológica criada em pasto ou peixe que não seja de aquacultura, estão a consumir ainda quantidades enormes de antibióticos e outras porcarias dadas aos animais. Não precisamos assim de tantas proteínas e se virmos bem as coisas, antigamente os homens nem consumiam carne todos os dias, consumiam quando caçavam, muitos dias comiam apenas raízes e tubérculos que recolhiam.

    ReplyDelete
    Replies
    1. mas em relação a isso, eles optam pela carne de pasto e peixe selvagem, de maneira que acabam por evitar esses antibióticos e hormonas todas. seja como for, muito pasto significa desbravamento de muita floresta...

      Delete
  4. Eu não diria melhor! Ah, e que bons muffins de coco.

    ReplyDelete
  5. percebo as tuas questões e partilho todas elas. para mim esta dieta era impossível, como aliás acho que qualquer vegetariano tem dificuldades em segui-la. Tem coisas boas, principlamente a redução dos hidratos de carbono e a ausência de glúten, mas levanta-me muitas dúvidas.....
    De qualquer forma, esses muffins estou maravilhosos :D
    bj

    ReplyDelete
    Replies
    1. sim, os vegetarianos não se safam: com tanta carne e sem leguminosas... enfim, mas cada um é livre de comer o que quiser!

      Delete
  6. :-D :-D :-D O Dr. Zé Carlos iria adorar ser citado no teu blogue! Os muffins parecem-me bem!!! PS Só não é completamente paleo porque eles não comem laticínios!

    ReplyDelete
    Replies
    1. esqueci-me dos lacticínios!! já viste, mais uma razão para não poder aderir a esta dieta... :p

      Delete
  7. Pois eu ainda não parei para me inteirar devidamente dos critérios dessa dieta de que tanto se fala... Mas só o conceito já me faz uma certa confusão... Também não é habitual entrar em radicalismos, por isso, secalhar passa-me um pouco ao lado.
    Só acho que isso é côco a mais :D Que aspecto o desses teus muffins!!! ;)
    Que água de côco usaste? Natural?

    Bjinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. uso água de côco que compro numa loja de produtos brasileiros, mas há à venda noutros sítios (pode ser é de outra marca). vem dentro de um pacote tipo leite uht! é muito côco mas não fica com aquele sabor intenso, curiosamente. seja como for, da próxima vez vou carregar mais na cebolinha e no queijo!

      Delete
  8. Ok bem pensado!!! Concordo contigo e concordo que como moda que é também passará. Qualquer dia começam a dizer que devemos catar-nos uns aos outros e que só devemos tomar banho no Natal, lololol, enfim são os tempos modernos!!!
    Bjokas
    Rita

    ReplyDelete
  9. Estas dietas da moda. Continuo a achar que as pessoas devem poder comer de tudo, excepto comida industrializada.

    ______________________
    Ana Teles | blog: Telita na Cozinha

    feedly - bloglovin' - Facebook


    ReplyDelete
  10. Ja me deixaste a rir pela manhã e afastaste o sono de vez! Adoro o teu sentido de humor e faço minhas as suas palavras, etc, etc. Em relação a caçar ursos pela manhã, olha que às vezes dá vontade porque não faltam desses por aí, mas avancemos que agora supostamente somos mais civilizados ;)
    Acho que o coco e o queijo da ilha combinam na perfeição, quer em sugestões doces ou salgadas, como estes que me dão vontade de dar muitas trincas.
    Beijinhos

    ReplyDelete
  11. E depois ainda dizem que os vegan são esquisitos.... :P Nunca percebi bem esta cena do paleo mas cada maluco com a sua e como há quem ache que os veggies também tem pancada, não me pronuncio acerca deste assunto.

    Olha, onde é que está o livro de reclamações deste estabelecimento? Isto foi publicidade enganosa, vim eu toda gulosa à procura de uns queques de coco e sai-me uma receita salgada...e com queijo!!!! Não há condições...

    :P

    BEIJO**

    ReplyDelete
  12. É mesmo!
    O paleo não me puxa nada pelas restrições que tem, e é mesmo como dizes, no paleolítico comeria-se de uma maneira mediante também o que o esforço exigia e a vida nessa altura lol
    não sou de modas (só às vezes vá), nem de dietas restrictas, gosto de comer de forma saudável, mas também pecar
    e acho que estes muffins de coco me saberiam mesmo bem! adorei as sementinhas em cima.
    Um beijinho.

    ReplyDelete
  13. Concordando na parte em que dizes que alguns argumentos não são bem válidos, mas não acho mal que as pessoas experimentem e adotem a dieta se acham que é mais saudável ou adequada ao seu perfil, até porque, apesar de o paleolítico ser a base da dieta, o resto é construído com opiniões, experiências e até estudos, quer a comprovem de forma direta, através da sua utilização, ou indireta, através das características que a compõe ;) Acho que a crítica exagerada não é assim tão melhor do que os argumentos facciosos... Agora, o que eu acho é que muita gente que faz paleo quer convencer à martelada o resto das pessoas a fazer e acha que é a melhor dieta do mundo, ou a única boa :P Um fundamentalismo que chega a tornar-se assustador...
    Tens razão, os queques são uma razão bem forte para não aderir à dieta... é que parecem tão bons :D

    ReplyDelete
  14. Bem, adorei a receita, pois para mim tudo o que tem coco é *****.
    Bjs

    ReplyDelete
  15. Quanto a reflexao concordo contigo.

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts