Tarte de quinoa e atum.



Mais uma semana que se inicia com um friozinho no estômago. Gostei muito dos comentários que me deixaram quando me referi à minha actual situação profissional e, especialmente, ao facto de actualmente trabalhar na minha área. Infelizmente, numa base diária, as coisas acontecem de modo muito menos suave. Há pessoas que nos mentem, há pessoas que nos manipulam, há pessoas que nos humilham. O truque estará em saber não nos deixarmos afectar por estas situações. Se as pessoas se prestam a fazer-nos sentir mal é para desviar a atenção de algo que a ela as magoa, que as torna inseguras, que faz delas más.

Mas se elas estão lá e existem com o único propósito de nos magoar, humanos como somos, que alternativa senão reagir? Tornarmo-nos paredes? É que da última vez que verifiquei, as paredes - betão, cimento e estrutura - não reagem. São o que sempre foram. Podemos dar-lhes cabeçadas, murros e pontapés, mas continuam lá: firmes e hirtas como uma barra de ferro. Ou como paredes.

Eu gostava de ser uma parede.

Gostava de não reagir - ao que fazem às pessoas de quem gosto, mesmo estando distantes de mim. Ao que me fazem à mim. Gostava de me barrar de creme Nivea e deixar que insultos e tentativas de humilhação mal disfarçadas passassem por mim sem que me entrassem na pele. Mas não posso. Sou humana, não sou uma parede.

E começo a ficar um pouco cansada. Depois penso: "serei eu?" Sim, se calhar o problema deve estar em mim. Só pode se sou eu que me manifesto ininteruptamente como um ser humano insatisfeito e inflexível nos meus valores. Sim, o problema sem dúvida que está em mim. Porque não sou nem uma parede, nem sou uma besta.


 ~ Ingredientes ~

receita adaptada de Continente Magazine, Janeiro 2015, p. 62

1 cup de quinoa branca e vermelha, lavada e escorrida
2 latas de atum em água, lavado e escorrido
200g de mozzarella ralada (100g para a tarte, 100g para o recheio)
1 colher de sopa de mostarda de Dijon
tempero para massas Vahiné
pimenta preta Suldouro
2 colheres de sopa de pesto de atum (compro no Lidl)
6 ovos
200ml de natas
sal rosa

Cozer a quinoa de acordo com as instruções da embalagem. Deixar arrefecer completamente. Juntar dois ovos batidos e 100g de mozzarela. Temperar com sal e pimenta e forrar uma tarteira com esta mistura, pressionando as laterais para que fique bem espalhada. Levar ao forno a 200º até que fique dourada. Enquanto isso, preparar o recheio: misturar o restante queijo com o pesto, o atum, os ovos, as natas e temperar com sal, mostarda e as restantes especiarias. Despejar na tarteira forrada com quinoa este preparado e levar novamente ao forno até dourar.


tempo de preparação: 60m
dificuldade: *
vegetariana: não
para crianças: sim 
ingredientes principais: quinoa

♥ Lovely Sponsor ♥



Comments

  1. Ohh páaaahh, então não é que me tinha passado ao lado a cena do trabalho!! Parabéns senhora antropóloga, fico muito feliz por estares finalmente a fazer aquilo que gostas :)
    E queria pedir-te desculpa por me ter armado em mete nojo há uns dias no IG. Tenho dias assim, e calhou-te a ti ;) Sorry (estou a fazer os olhinhos do gato no shrek).
    Tudo o que tem quinoa comigo marcha ;)
    Boa semana e bom trabalho!
    https://instagram.com/annabelle_madeira/

    ReplyDelete
  2. Adoro quinoa e tenho a certeza que ia gostar dessa linda tarte
    Boa semana
    bjs

    ReplyDelete
  3. Segundo Newton, mesmo uma parede acaba por, de certa maneira, magoar de volta ;) Não se movimentar aparentemente não significa que não reaja à sua maneira...
    Mas não queiras ser uma parede, elas não fazem tartes de atum tão boas como as tuas ;)

    ReplyDelete
  4. Fiquei com curiosidade de experimentar!
    bjcas

    http://tudosobretudon.blogspot.pt/

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts