E logo pela manhã um muffin de aveia e um julgamento moral!



Esta receita fui "roubá-la" à Maria João do Ponto de Rebuçado, mas nem sequer foi a primeira vez que o fiz. Já tinha experimentado os seus pães de aveia para os pequenos almoços apressados mais do que uma vez. São a resposta saudável àquelas bolachas de supermercado que juram a pés juntos corresponderem a uma nutritiva primeira refeição matinal, mas que não me convencem. Com estes muffins, que podem ser congelados após arrefecidos, conseguem alimentar-se convenientemente tanto ao pequeno almoço como ao lanche, sem terem de recorrer às pastelarias ou a qualquer solução pré-feita que encontrem no supermercado. Garanto que não demoram muito tempo a preparar e salvam-vos em muitas situações, além de que podem brincar com a receita, como eu fiz, e adicionar outros sabores. Desta vez optei por figos secos de Trás-os-Montes comprados ao produtor e a um queijo da Gopal que são a minha alternativa vegan favorita aos queijos, tornando esta receita adequada a quem tem intolerância à lactose. Se quiserem retirar toda e qualquer proteína animal, sugiro que experimentem com um ovo de linhaça ou de chia e depois venham cá contar-me que não sei como fica e já agora ficava a saber.


Há dias comentava no meu Instagram a propósito de um pequeno almoço altamente nutritivo e feito na hora como me sentia privilegiada em poder fazer a escolha de comer exactamente o que queria, como queria e quantas vezes queria. Isto para vos dizer que me incomoda profundamente como algumas pessoas são rápidas no gatilho a criticar os outros, as suas escolhas e as que fazem pelos filhos. Como se uma papa de supermercado fosse a incarnação do demo e os pais ainda piores por a porem em frente aos filhos.

Eu acredito que de nada nos adianta criticar os outros. Não sabemos as vidas que se escondem por detrás de cada decisão e não nos cabe a nós julgar seja o que for. Porém, podemos e devemos contribuir com receitas mais nutritivas, explicando como fazer as opções mais equilibradas, sempre que tal esteja ao nosso alcance. Se os pais e os filhos tiverem mais cultura alimentar, mais facilmente fazem escolhas acertadas. E com isto não quero dizer que o essencial passe por ensinar os consumidores a ler rótulos no supermercado, como há dias a DECO fazia. A comida a sério não tem etiquetas, rótulos nem vem em pacotes. Encontramo-la no mercado, percebemos o que comemos falando com quem produz os nossos alimentos e incentivando a produção nacional e local. É aí que percebemos porque este ano não vamos encontrar alguns produtos, uma vez que estes simplesmente não estão disponíveis nas bancas porque o tempo está maluco e não chove. Já no supermercado qualquer alimento é importado e vendido a peso de ouro. É tão simples como isso, porque complicam só para aumentar as vendas? Aproveitam-se desse sentimento de culpa que os pais carregam consigo por não conseguirem ser sempre perfeitos, quando deviam ajudá-los a tornar-se mais conscientes nas suas escolhas, mais criativos nas suas receitas, mais prudentes nos seus juízos. 


A minha parte é feita semanalmente aqui no blogue. Obviamente que não sou uma maníaca da saúde sempre a espiolhar ao pormenor todo o nutriente que entra cá em casa, embora o meu marido ocasionalmente me chame de "Food Nazi". Mas creio que estes muffins poderão ser uma porta de entrada para reconhecerem a importância do equilíbrio e da informação na alimentação. Não vos convenço com julgamentos, mas já com o sabor... 



~ Ingredientes ~

receita adaptada do blogue Ponto de Rebuçado

1 3/4 cups flocos de aveia
1 cup de leite de aveia caseiro (50g de flocos de aveia demolhados durante a noite + triturar de manhã com 1 litro de água e escorrer, separando do resíduo)
1 ovo grande, batido
1 colher de sopa de azeite
6 figos secos cortados em cubos
1/2 colher de chá de fermento
1/4 queijo de caju, tomate seco e pinhões Gopal

Juntar a aveia ao leite e descansar durante pelo menos 30m. Ligar o forno nos 170º. Juntar todos os ingredientes, excepto queijo. Quando a massa estiver bem misturada, adicionar os cubinhos de queijo. Levar ao forno em formas de silicone para muffins. Retirar cerca de 30m ou quando estiverem bem cozidos. 




SaveSave

Comments

  1. Que bom,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ReplyDelete
  2. Só para dizer que vou aviar-te com uma semana de antecedência quando for entregar-te os livros. Espero um lanche/brunch digo de minha presença! ahahahaha :D

    Confesso-me um pouco culpada nos julgamentos. Mas às vezes sai-me. Ver crianças a comer bolicaos, gomas, pipocas, batatas fritas às 10h mete-me um pouco de confusão...

    ReplyDelete
    Replies
    1. avisa que é para eu testar estes muffins sem ovo, senão sem querer vens ao engano.
      eu percebo o julgamento porque também não gosto de ver, mas a verdade é que há uma diferença abismal entre envergonhar os pais e ajudar (quem quiser) a melhorar. acho que só se aprende com os bons exemplos, não com a vergonha.

      Delete
  3. Tu estragas-me com mimos, é o que é! :D
    Ficaram lindos e tenho a certeza que deliciosos. E adoro as fotografias, estás cada vez melhor, miúda!
    Beijinhos

    ReplyDelete
    Replies
    1. eu mimo-te, tu mimas-me, nós mimamo-nos... que ainda haja amor e humor nesta blogosfera! ;)

      Delete
    2. Estou plenamente de acordo com o que dizes. O saudável tornou-se quase uma obrigação e chegou ao ponto de servir de desculpa para criticar a vida do vizinho.
      Nem todos somos iguais e nem todos temos as mesmas prioridades, respeitar a opção dos outros é uma característica muito bonita, e curiosamente muito saudável....

      Delete
    3. ora nem mais Sara... com esta necessidade de nos mostrarmos sempre superiores ao vizinho do lado, acabamos por perder um dos principais benefícios de uma alimentação saudável: o equilíbrio. anda para aí muita gente desequilibrada, quase aos trambolhões de tanto nariz empinado...

      Delete
  4. Hum, não me parece nada mal começar o dia assim.

    ReplyDelete

Post a Comment

Popular Posts